DISC - Entenda essa ferramenta de perfil comportamental

O questionário DISC examina e tenta identificar as tendências comportamentais de cada pessoa, melhorando a capacidade de adaptação dos indivíduos a diferentes situações.


Monique Meireles Granja Tissi - Publicado em: 24/04/2018



post img

DISC - Entenda essa ferramenta de perfil comportamental
 
O questionário DISC examina e tenta identificar as tendências comportamentais de cada pessoa, melhorando a capacidade de adaptação dos indivíduos a diferentes situações.


O questionário possui 24 itens e avalia rapidamente diferentes tipos de comportamentos para fins de análise e comparação. O DISC cresceu a ponto de se tornar um dos sistemas de análise de perfil mais usados no mundo. Essa ferramenta consiste em perguntas e respostas, que devem ser respondias com sinceridade. Cruzando as informações obtidas, geram um relatório que traduz em palavras e gráficos o perfil comportamental da pessoa.



É baseado em 4 fatores: Dominância, Influência, eStabilidade e Conformidade.

 
Dominância é um perfil onde o indivíduo possui como características principais: poder, atenção, rapidez de decisão, ambição e foco em resultados Pessoas com um alto grau de Dominância são competitivas e decisivas, são voltadas para o resultado.


Influência, pessoas com alto "I" são influenciadores e motivadores, possuem fácil comunicação, fluência verbal e intuição. Pessoas com Influência elevada são sociáveis e desenvolvem boas relações, embora não sejam muito realistas.


Alto "S", ou seja, Estabilidade, são indivíduos que gostam de ambientes estruturados, organizados, e possuem satisfação em ajudar as pessoas, são metódicas, mas tem dificuldades em aceitar mudanças e cedem com mais facilidade.


Conformidade pessoas com um alto "C" são analíticas e críticas, podendo ser pessimistas e defensivas.


Hoje com o aumento das preocupações da área de seleção e contratação de pessoas, muitas empresas utilizam ferramentas baseadas nessa teoria para aumentar as chances de acerto na hora de contratar um funcionário. A ferramenta também é usada para melhorar a capacidade de liderança de gestores, para melhorar o clima organizacional, a comunicação, para adequação de cargos etc.


Essa teoria analisa comportamentos explícitos e algumas emoções, portanto se o entrevistador usar somente os dados do questionário como critério poderá perder grandes profissionais. O ideal é que um processo seletivo leve em conta um conjunto de ferramentas e análises.
Como ferramenta de autoconhecimento e desenvolvimento, o DISC é bastante eficaz, pois pode gerar insights sobre como a pessoa se relaciona com o mundo em diferentes situações, podendo prever de alguma forma sua conduta em situações de maior ou menor pressão. Muitas vezes pode deixar claras características de personalidade que a própria pessoa desconhecia ou que dava pouca atenção.


Outra observação importante sobre o DISC ou qualquer ferramenta de análise comportamental é que elas sempre são situacionais. Por mais que represente algum parâmetro que faça parte da essência da personalidade da pessoa, seres humanos são susceptíveis a mudanças e a influência do meio ambiente no qual ela está inserida pode acrescentar novas variáveis à equação. De qualquer forma, pode trazer previsibilidade de algumas reações, otimizar a montagem de equipes juntando pessoas com maior tendência a se relacionarem melhor além de promover o autoconhecimento, o que sempre é positivo.



Leia também: