Como lidar com o novo Coronavirus?

Nas últimas semanas temos passado por um momento complicado devido à pandemia do novo coronavirus que já afeta o Brasil.


Emanuele Toledo - Publicado em: 02/04/2020



post img



Muitas empresas adotaram medidas preventivas visando o bem estar dos seus colaboradores, por isso o home office tem sido a solução mais viável na maioria das organizações, mas ainda há dificuldades em manter a produtividade da equipe em alta.

Para quem trabalha com RH, sabe que o setor tem sido um dos mais afetados com a COVID-19, já que esses profissionais lidam com as contratações e com o bem estar de toda a equipe.

Por isso, vamos te dar alguma dicas de como não deixar a peteca cair e aproveitar da melhor forma os próximos dias.

1- Planejamento

Sim, tudo começa pelo planejamento e agora não seria diferente. Quando as atividades voltarem à programação normal, é bom que você já tenha metas traçadas de como recuperar a produtividade de sua equipe e mantê-los otimistas visando novos horizontes, por isso pense, repense, refaça planilhas e alinhe as próximas metas.

2- Organização

Um time de alta performance precisa necessariamente ser organizado, portanto, revise os indicadores, reavalie processos e faça uma otimização na sua equipe com o intuito de solucionar aqueles probleminhas que há tempos você não conseguia resolver! O tempo é agora!

3 – Adquira novos conhecimentos

A terceira dica é para você aproveitar esse tempo para se manter atualizado nas tendências da sua área, sobretudo, no mundo digital, onde há diversos cursos online sendo oferecidos gratuitamente devido à pandemia. Afinal, conhecimento nunca é demais, certo?

Aproveitando o ensejo, o governo recentemente publicou Medidas Provisórias sobre as quais citam algumas medidas para assegurar as relações trabalhistas, dentre elas estão: a MP nº 927/20 que permite ao empregador antecipar férias (individuais ou coletivas) aos seus colaboradores adiando o pagamento para dezembro, uma medida para assegurar a relação empregatícia entre as partes, em vista do atual cenário.

Uma outra Medida Provisória que vale a pena citar é a de Suspensão Contratual e Redução de Jornada, publicada na última quarta (1º), a MP de número 936/20 que permite a suspensão de contrato temporário por até 60 dias e a redução de jornada em até 3 meses.

Lembrando que durante a suspensão de contrato ou redução de jornada o governo irá arcar com um benefício emergencial no valor equivalente ao seguro-desemprego que será válido para profissionais que recebem até 3 salários mínimos (R$3135). A redução de jornada poderá ser combinada entre empregador e empregados redução proporcional de 25%, 50% ou 70%. Essas medidas visam a manutenção do emprego e, portanto, no caso de suspensão o contrato de trabalho deverá ser preservado pelo mesmo período que esteve suspenso.

4 – Crie ações institucionais

É fundamental pensarmos no próximo diante essa situação, por isso empatia é um gesto de nobreza! É interessante que a sua empresa pense em ações que ajudem o próximo e se coloque à disposição para colaborar com o que tiver ao seu alcance.

5 – Realize videoconferências

É importante manter a comunicação com os demais colaboradores, portanto é fundamental que os líderes façam esse contato com certa frequência para auxiliar os profissionais, seja através de reuniões ou contato direto para tranquilizá-los e os mantê-los informados.

 

 

Por último e não menos importante: Tenha calma!

Isso, a última dica é especialmente para você. Em meio à tantas incertezas que temos tido nos últimos dias, há uma certeza na qual acreditamos: Isso vai passar!

Tudo passa e não podemos deixar de acreditar que em breve tudo voltará à sua normalidade e nos faremos prósperos novamente.

Aqui na Talent já adotamos essas medidas para nos fortalecer ainda mais diante dessa pandemia e torcendo para que logo estejamos todos seguros e exercendo suas atividades normalmente.

E lembre-se: mesmo a distância, permanecemos juntos!

Se você gostou do nosso artigo, não esqueça de compartilhar com algum amigo e nos acompanhe também pelo Linkedin e redes sociais.

 


Leia também: