Qual feedback é o mais importante: a crítica ou o elogio?

Um assunto bem polêmico no meio corporativo é o famigerado do feedback. Tanto para quem recebe, quanto para quem fornece. Mas, como bons profissionais de RH sabemos da importância que essa ferramenta possui dentro da organização e por isso trouxemos um questionamento sobre qual feedback é o mais importante: a crítica ou o elogio?


Emanuele Toledo - Publicado em: 16/11/2020



post img



Primeiramente traremos alguns pontos. A cultura de feedback dentro das empresas já é presente há algum tempo, porém sempre é um dilema.

Sem dúvidas o feedback positivo é mais fácil de fornecer, afinal, qual é a pessoa que não gosta de ser elogiada pelo seu desempenho? Mas, ainda assim deve ser tomado alguns cuidados para que esse parecer não seja fornecido de qualquer maneira.

Por outro lado, o feedback negativo costuma ser muito mais difícil para ambos os lados: quem fornece e quem recebe. Afinal de contas, abordar um colaborador para pontuar algum mau comportamento ou conduta de seus serviços ou ouvir que seu desempenho não está bom, com certeza não é nada fácil. É necessário sabedoria para realizar esse feedback!

No entanto, nenhum dos dois tipos de feedbacks devem ser postergados para um outro momento. O colaborador precisa saber como está o seu desempenho e quais os pontos ele precisa de melhora. Afinal, essa cultura de feedback está totalmente atrelada aos valores da empresa e por isso é necessário que os colaboradores estejam inseridos na cultura de forma mais intrínseca possível.

Logo, inserindo a cultura de feedback dentro dos processos da empresa, é possível alocar as pessoas certas para as posições que devem ocupar. E se você precisa de uma ferramenta para potencializar esse processo, clique aqui para fazer uma degustação da nossa ferramenta online de Avaliação de Desempenho.

Agora comente aqui a sua opinião. Qual feedback é mais importante: a crítica ou o elogio?

Leia também: