RH eficiente não é babá

A busca pelo capital humano é parte muito importante dentro das organizações. Isso por um simples motivo: são as pessoas que fazem a diferença no desempenho da empresa. Quando o RH é babá de gestores ou poço de atividades burocráticas, a sua empresa não é estratégica.


José Simão - Publicado em: 05/10/2020



post img



No entanto, há ainda hoje, uma falta de entendimento sobre quem deve estar a frente das ações de Gestão de Pessoas. Muitos pensam que essa tarefa deve ser atribuída exclusivamente aos profissionais de RH, mas não é exatamente assim.

O sentimento de cuidar da equipe é muito atribuído ao setor de Recursos Humanos, mas, estamos aqui para desmistificar esse pensamento e trazer em pauta a distribuição desses papéis.

Existe uma grande diferença em as rotinas de RH e/ou folha de pagamento e a gestão de pessoas dentro de uma organização. Existem atividades operacionais que precisam ser desempenhadas pela área de RH, sejam nos lançamentos e controles de departamento pessoal (Folha de pagamento), sejam nas análises referentes a gestão e desenvolvimento de pessoas.

A Gestão de Pessoas diz respeito ao desempenho e desenvolvimento geral dos colaboradores e, portanto, é uma prática que deve ser exercida por todas as lideranças existentes na organização, inclusive por gestores gerais da empresa.

A área de RH estratégica deve ser capaz sim de realizar a sua rotina como qualquer outra, mas deve fundamentalmente implementar soluções inovadoras que alavanquem os resultados da empresa através do desenvolvimento humano.

Deve ser a área guardiã da cultura e, muitas vezes, tem o papel de lembrar até a alta gestão quais são os valores da empresa. É comum que as boas práticas de RH sucumbam à urgência e agressividade dos gestores, mas o que pode fazer sentido no curto prazo geralmente cobra um preço alto no longo prazo.

As empresas dimensionam o seu fluxo de caixa, infraestrutura física e tecnológica para crescerem, investem muito tempo, energia e dinheiro nisso, para descobrir em momentos cruciais que não têm pessoas no time prontas para assumir maiores responsabilidades.

Sua empresa tem pessoas preparadas e com desempenho hoje para dobrar de tamanho e complexidade? E o que o RH está fazendo a respeito disso? Não espere fatores externos alavancarem seu negócio para pensar em pessoas, até porque os resultados não virão do mercado, da tecnologia ou de qualquer outro fator que não seja o humano!

Não podemos negar que o papel do RH dentro das organizações é fundamental para alavancar resultados com excelente desempenho, mas como todo profissional de sucesso, o RH também necessita de ferramentas que o auxiliem a desempenhar sua função da melhor maneira.

E para você que pretende desenvolver seus gestores e alocar as pessoas certas nas posições certas, nós estamos te oferecendo uma degustação para testar a nossa ferramenta de Avaliação de Desempenho. Clique aqui para testar nossa ferramenta com a sua equipe!

Gostou do conteúdo? Compartilhe-o com seus colegas!


Leia também: